sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Conquista: Falso profeta está sendo procurado pela polícia após mandar matar pastores

O pastor Edimar Brito está sendo procurado pela polícia. Ele foi apontado por uma dupla de assassinos como mandante do duplo homicídio que vitimou a também pastora, Marcilene Oliveira Sampaio de Souza e a sobrinha dela, Ana Cristina. O marido da pastora, pastor Carlos Eduardo de Souza, estava com as vítimas e foi brutalmente agredido pelos bandidos. Ele conseguiu escapar, mas as duas mulheres não tiveram a mesma sorte. O crime teria sido arquitetado por vingança e deveria parecer um latrocínio (morte e roubo). Segundo relatos, o crime ocorreu por uma briga do passado em que ocasionou a divisão da igreja onde ambos congregavam. Com a divisão, a maioria dos fiéis acompanhou pastor Carlos Eduardo e sua esposa.
Edimar ficou magoado por conta dessa divisão, pois 80% dos “fiéis” não o-acompanharam.
Passou-se o tempo, mas o ódio permaneceu no coração do pastor Edimar, que se juntou com um outro pastor, Fábio de Jesus Santos. Esse, por sua vez, convidou outro homem, que também “congregava” com eles para armar a emboscada e matar o toda a família do pastor.
Os crimes seriam no sítio das vítimas, onde o casal morava, mas antes de chegar ao local os criminosos decidiram antecipar e abordaram as vítimas na estrada da Barra do Choça.
Eles já estavam seguindo o veículo das vítima, uma picape Mitsubishi L200, desde o bairro Guarani.
Na abordagem o pastor Eduardo tentou reagir, foi agredido, mas conseguiu fugir. As mulheres não tiveram a mesma sorte.
Os bandidos foram reconhecidos pela vítima. Fábio e o comparsa foram presos. O mandante está foragido. Todos são de Itapetinga, a 100 km de Conquista.
Os delegados da 10ª Coordenaria de Polícia do Interior, sob o comando do delegado Marcus Vinicius Morais de Oliveira, estarão detalhando o duplo homicídio e as agressões ao esposo de Marcilene, em Vitória da Conquista. Os corpos foram encontrados na estrada da Barra do Choça (BA 265). A pastora também era docente na Universidade do Estado da Bahia (UNEB). A dupla suspeita presa será encaminhada ao Presídio Advogado Nilton Gonçalves. Celino Souza | Jornalista | celinosouza@gmail.com F: Portal Poçoes 

Postar um comentário