domingo, 3 de maio de 2015

Mayweather bate Pacquiao na "luta do século" e cala torcida em Las Vegas

Mayweather manteve a invencibilidade batendo Pacquiao na decisão unânime - Rigel Salazar
A "luta do século", que aconteceu nesse sábado (2), em Las Vegas (EUA), coroou Floyd Mayweather, que manteve a invencibilidade ao derrotar Manny Pacquiao na decisão unânime dos juízes e unificou os cinturões dos meio-médios (67kg) do Conselho Mundial de Boxe (CMB), da Associação Mundial de Boxe (AMB) e o título da Organização Mundial de Boxe (OMB).
Dois juízes deram a vitória de "Money" por 116 a 112, enquanto um árbitro anotou 118 a 110 para o americano. A decisão foi muito vaiada pela torcida presente no ginásio do MGM..
A luta
O combate começou morno com os atletas se tocando pouco no primeiro round, mas o americano conseguiu conectar golpes mais precisos. O segundo round seguiu o panorama da primeira parcial, com Pacquiao buscando mais a luta e Mayweather utilizando melhor os contra-ataques e aproveitando melhor sua envergadura.
A partir da terceira parcial, a "luta do século" pegou fogo, com o filipino tomando mais a iniciativa e aplicando boas sequências, enquanto Mayweather fazia suas habituais esquivas e travava a luta usando o clinche.
"Pacman" seguiu colocando mais pressão e conectando melhores sequências, mas Floyd mostrava a sua excelência na defesa e precisão cirúrgica nos contra-ataques. No quarto round, Pacquiao levantou a torcida e mostrou superioridade, buscando mais o combate e abusando dos ganchos na linha de cintura de "Money", que apenas recuava.
O filipino pressionou mais o americano e levou ligeira vantagem até o sexto round, quando perdeu um pouco da explosão e começou a entrar no jogo de Mayweather, que passou a se soltar mais na peleja e a conectar os golpes mais precisos, que apesar de "pingados" explodiam no rosto do "Pacman".
A luta seguiu disputada até o final, mas Mayweather mostrou porque é o melhor lutador de boxe da atualidade, dando um show de esquivas e defesa, trazendo Pacquiao para o seu jogo e conectando golpes mais limpos no rosto do filipino. Após o soar do gongo, Mayweather exibiu sua marra de sempre, subiu nas cordas como se já soubesse o resultado e ficou encarando a torcida, que estava em sua maioria a favor do filipino.
Ainda no ringue, o americano invicto revelou que sua próxima luta será em setembro e enalteceu a bravura de Pacquiao. “Agora entendo porque ele é um dos melhores do mundo, realmente ele buscou mais pela luta, mas fiz um combate mais eficiente, usei a inteligência e acertei ele mais vezes", disse "Money", em entrevista dentro do ringue.
Já o filipino Manny Pacquiao não concordou com o resultado, mas manteve a postura e educação ao comentar a vitória do adversário. “Foi uma boa luta, mas eu acho que ganhei. Ele não fez nada, só fugiu do combate o tempo inteiro. Ele estava só se mexendo, enquanto eu estava atirando os golpes, mas fazer o que?", lamentou.
Aos 38 anos, o atleta mais bem pago do mundo conquista a sua vitória de número 48, mantém sua invencibilidade e engorda sua conta bancaria em pelo menos U$$ 180 milhões. Floyd fará mais uma luta em setembro e depois deve pendurar as luvas.
Postar um comentário